• Português
  • English

Implante de Glúteos

A abdominoplastia é um dos procedimentos mais realizados em cirurgia plástica. Em geral, fatores como gestações múltiplas e genética contribuem para o desenvolvimento de frouxidão na pele, depósitos de gordura e marcas de distensão na região abdominal. Mesmo a perda de peso substancial pode contribuir para o desenvolvimento de frouxidão da pele abdominal. Como estas áreas não respondem a dieta e rotina de atividades físicas, o abdome assume tamanho desproporcional em relação ao restante do organismo.

Implantes de glúteos

Os implantes de glúteos são frequentemente escolhidos para melhorar as nádegas pelas razões a seguir:

  • as nádegas são assimétricas ou parecem desproporcionais
  • perda de peso, envelhecimento, ou uma condição de saúde fizeram com que as nádegas parecessem planas ou soltas e flácidas
  • as nádegas perderam volume e parecem muito pequenas para a estrutura corporal

Seu médico o(a) ajudará a escolher o estilo de implante e a técnica cirúrgica que melhor se adequará à aparência que você está buscando. É importante ter em mente que as opções de implantes são limitadas pela sua anatomia. Dependendo da rigidez do músculo ou do tecido que circunda os implantes, a forma e tamanho desejado podem precisar de alteração durante o procedimento cirúrgico. Seu médico usará a melhor opção para alcançar os melhores resultados e facilitar a cicatrização adequada.

Procedimento de implante de glúteo

Várias técnicas cirúrgicas podem ser utilizadas para realizar os implantes de glúteos, dependendo da posição e aparência desejadas. As duas técnicas que geralmente produzem os melhores resultados são os procedimentos de aumento de nádega intramuscular e subfascial. O aumento intramuscular envolve a criação de uma bolsa dentro do músculo glúteo maior. Em contraste, o procedimento de aumento subfascial cria uma bolsa sob a fáscia, que é uma membrana de tecido que cobre a parte superior do músculo. Utilizando estas técnicas, o implante é protegido pelo tecido sob a pele ou tecido e fibra muscular, produzindo um ambiente confortável, resultado em uma aparência natural e visualmente agradável.

Incisão e formação de bolsa

O procedimento começa com uma incisão através da pele ao longo de uma linha pré-marcada perto do cóccix, na parte superior da prega glútea, que é a linha que se estende entre as nádegas. Com o uso de um eletrocautério ou bisturi, o médico cuidadosamente corta horizontalmente sob as camadas da pele para acessar a fáscia acima do músculo glúteo maior em cada lado das nádegas. Como você aprendeu anteriormente, existem diferentes opções de colocação de implantes disponíveis. Esta animação mostra a colocação do implante intramuscular. Retratores seguram a pele, enquanto o médico corta cuidadosamente através da fáscia e prossegue para separar as fibras do glúteo máximo. É formada uma bolsa no interior do músculo ligeiramente maior do que as dimensões do implante. O médico pode usar um endoscópio ou retrator de fibra óptica para verificar a dissecção completa. Um dreno, que permite que o líquido saia do seu corpo durante a cicatrização, é colocado no lugar e a bolsa é limpa.

Inserção do implante e fechamento da incisão

O médico inserirá e posicionará cuidadosamente um implante estéril, garantindo um ajuste sem tensão dentro do músculo. Quando os implantes estiverem inseridos, o médico verificará se eles parecem naturais e simétricos. As aberturas para as bolsas de cada implante são suturadas com pontos absorvíveis. As aberturas que permitem acessar as laterais das nádegas sob a pele são então suturadas na linha média, e a incisão na prega glútea é fechada. Esta incisão pode ser suturada e/ou vedada com um adesivo. Finalmente, uma bandagem é colocada após a cirurgia para fornecer compressão e suporte.

Recuperação do implante glúteo

O médico pode solicitar que você use uma malha de compressão por alguns dias ou várias semanas. Esta vestimenta ajuda a reduzir o inchaço mediante a prevenção de acúmulo de líquido, melhorando a circulação sanguínea e o suporte para os novos contornos de suas nádegas durante a cicatrização. Será preciso dormir de barriga para baixo e evitar sentar-se tanto quanto possível por cerca de duas a quatro semanas. Poderão ser observados alguma rigidez e inchaço temporários nas nádegas e regiões próximas. O paciente pode sentir alguma dor, o que pode ser controlado com medicamentos orais. Os drenos cirúrgicos provavelmente serão removidos em alguns dias a uma semana, enquanto quaisquer suturas externas indissolúveis ficarão no lugar por uma a duas semanas. Embora você possa se sentir bem o suficiente para voltar ao trabalho e às atividades normais em duas a quatro semanas após o procedimento, é necessário evitar o exercício extenuante de perna por cerca de um mês e meio.

Resultados do implante de glúteo

Os resultados dos procedimentos de implante de nádegas podem ser observados imediatamente. Após o procedimento, o edema poderá deixar a pele com um aspecto brilhante num primeiro momento, mas ele desaparecerá em algumas semanas, e a pele ao redor do implante recuperará a aparência natural. O movimento muscular não deve ser afetado. Os implantes são colocados de tal modo que não se movimentem, e os tecidos ao redor dos implantes esticarão para acomodá-los confortavelmente nos meses seguintes. A cicatriz é escondida em um local de difícil detecção, e desaparecerá consideravelmente com o tempo, tornando-se praticamente imperceptível. Com os implantes de glúteo, é possível obter o formato, a definição e os contornos que você sempre quis.

Veja como são feitos os Implantes de Glúteos (Nádegas)