Lifting de Seios com Implantes

Os seios são uma região do corpo muito importante para muitas mulheres. Apesar de muitas não se importarem com o aspecto de suas mamas, muitas outras pensam em aumentar ou diminuir o volume dos seios.

Há também a ação do tempo e os seios vão sofrendo diversas alterações, em razão de mudanças hormonais, condição genética, gravidez, oscilação de peso, amamentação e envelhecimento.

Os seios são formados por tecidos glandulares, fibrosos e gordurosos e se estendem até a musculatura peitoral. Esses tecidos são constituídos por ductos e lóbulos, que são responsáveis pela produção e transporte do leite materno.

As glândulas dos seios dão leveza e forma a região. Já os ligamentos suspensórios são feitos de fibras e se entrelaçam entre os ductos, lóbulos e glândulas. Os ligamentos são os responsáveis para deixar suspensa a região, pois eles juntam a parede torácica aos seios.

O lifting dos seios com implantes é recomendado para as mulheres que perderam a elasticidade da pele, já amamentaram, tiveram ligamentos suspensórios enfraquecidos e perderam ou também ganharam peso em excesso. Com esse procedimento, os seios vão retomar a posição ereta, firme e ganhar de tamanho.

O implante de silicone nas mamas associado com o lifting vai revitalizar a aparência e melhorar o contorno do corpo das mulheres.

Preparação pré-operatória para o lifting de seios com implantes

A primeira providência a tomar é passar por uma avaliação médica completa, incluindo a realização de exames, avaliações psicológicas, físicas, histórico familiar, estilo de vida, entre outras.

A paciente deve se informar sobre todo procedimento, riscos, cuidados pós-cirúrgico e recomendações. Além disso, o médico dever ser sincero com a paciente sobre os possíveis resultados, de acordo com cada paciente e sua estrutura.

Grande parte das mulheres que procuram pelo lifting de seios com implantes, estão infelizes com o tamanho e forma das mamas. Muitas sofreram com a gravidade e perda de peso, outras amamentaram, outras tiveram perda de elasticidade da pele. Portanto, é fundamental que o médico avalie qual a melhor técnica a ser utilizada, levando em consideração as preferências pessoais e fatores individuais.

Dependendo do tipo de procedimento, a cirurgia pode durar 2 a 4 horas. É importante, seguir todas as recomendações médicas pré-operatórias, tais como:

  • Jejum absoluto de 8 horas;
  • Levar um acompanhante para a internação;
  • Evitar qualquer tipo de acessórios como: piercings, alianças, anéis, brincos, esmaltes coloridos, etc;
  • Alimentação rica em fibra, pelo menos 15 dias antes.

Antes da cirurgia, a área será totalmente limpa e será aplicada anestesia, seja geral ou bloqueio peridural. Depende das condições da paciente.

Técnicas de lifting de seios com implantes

Um dos principais motivos para se fazer um lifting de seios com implantes é corrigir as mamas já caídas e aumenta-las ao mesmo tempo. Com esse procedimento, é possível, devolver o volume, retirar o excesso de pele e reconstruir e deixar as mamas simétricas.

O formato dos seios será melhorado, proporcionando rejuvenescimento na região e deixando-os mais atraentes e firmes.

Há 3 técnicas que podem utilizadas o implante da prótese mamária.

  • Aerolar
  • Inframamária
  • Transaxilar

Na técnica aerolar, o corte é feito ao redor da aréola. O cirurgião remove o excesso de pele. Já a aréola e o mamilo são posicionados de forma superior. A aréola pode ser diminuída também, remodelando o seio.

Já na técnica inframamária, a incisão é realizada a partir da borda inferior da aréola, na prega inframamária, embaixo do peito para o sulco.

A transaxilar é um corte horizontal abaixo da mama, seguindo toda curva natural do sulco do seio.

O aspecto e o tamanho das incisões vão varia conforme o tipo e tamanho do implante, preferência do médico e contorno corporal da paciente.

As cicatrizes podem ficar um pouco perceptíveis, basta seguir todas as recomendações pós-operatórias corretamente.

Efeitos colaterais do lifting de seios com implantes

Alguns efeitos podem ocorrer pós-cirurgia, entre eles estão:

  • Perda de sensibilidade dos mamilos ou algumas regiões nos seios;
  • Reações alérgicas à anestesia;
  • Sangramento;
  • Infecções.

Cuidados pós-operatórios  do lifting de seios com implantes

Após a cirurgia de lifting dos seios com implantes, o cirurgião recomenda uma série de cuidados:

  • Voltar a clínica nos dias pré-determinados pelo médico para fazer curativos e fazer avaliações médicas.
  • Voltar ao trabalho, somente após duas semanas.
  • Não se expor a friagem ou ao sol nas primeiras 2 semanas.
  • Utilizar uma malha de compreensão específica para garantir de sustentação e conforto.
  • Ter uma dieta rica hiperproteica (ovos, leite, carnes) e frutas.
  • Em caso de dores, inchaços, dormências, hematomas, usar o medicamento prescrito pelo médico.
  • Não levantar peso e elevar os braços pelos primeiros 30 dias.
  • Evitar esforços físicos por 30 dias.
  • Não realizar qualquer tipo de atividade sexual, por um período de 2 a 3 semanas.

Fisioterapia dermatofuncional

É recomendado após a cirurgia de lifting dos seios com implantes, a fisioterapia dermatofuncional. Esse tratamento ajuda a acelerar o processo de recuperação e preveni complicações.

Os principais objetivos da fisioterapia dermatofuncional são:

  • Manter os movimentos
  • Reduzir o inchaço
  • Minimizar ou prevenir as aderências cicatriciais
  • Aperfeiçoar as cicatrizes
  • Diminuir fibroses e hematomas
  • Aumentar a oxigenação dos tecidos
  • Melhorar a circulação sanguínea e o retorno das veias
  • Reduzir o tempo de recuperação após procedimento

Vários recursos e atividades são realizadas para atingir esses objetivos, entre eles, estão: ultrassom, massagem, crioterapia, drenagem linfática, cinesioterapia, eletroestimulação, entre outros.

A quantidade de sessões e o tipo de tratamento vai depender da avaliação no pós-operatório.

Resultados do lifting de seios com implantes

Logo após a cirurgia, a paciente será capaz de notar a diferença na região. A cirurgia de lifting dos seios com implantes vai deixar as mamas mais elevadas e firmes. Tanto tamanho e posição da aréola serão reformulados.

O resultado final ficará completo e visível após um ano.

As cicatrizes são permanentes. Com o passar do tempo, elas se tornam linhas brancas, finas e pouco perceptíveis.

Caso a mulher engravide e amamente após a cirurgia, poderá comprometer o formato de novo das mamas, tornando-as flácidas novamente.

Duração do lifting de seios com implantes

A durabilidade e precisão do lifting dos seios com implante varia conforme vários fatores, entre eles: ganho e perda de peso, gravidez, não uso de sutiã, gravidade, movimentação excessiva, etc.

Para garantir os melhores resultados, a paciente deve seguir à risca os cuidados pós-operatórios.

Nos primeiros dois meses, recomenda-se o uso de sutiã cirúrgico. Após esse período, o uso de sutiã ou top deve ser contínuo, durante o dia e noite.