Lifting Facial

O lifting facial é um dos procedimentos cirúrgicos realizados no Brasil. Essa cirurgia plástica visa melhorar os sinais de envelhecimento, reposicionar as camadas musculares e da pele do rosto e pescoço.

O procedimento não para o processo de envelhecimento nem altera a aparência das pessoas. No entanto, o lifting facial é capaz de tratar:

  • Profundos vincos
  • Flacidez no terço médio do rosto
  • Perda de tônus muscular na parte inferior da face
  • Gordura deslocada
  • Pele frouxa
  • Depósito de gordura excessiva na mandíbula e queijo

Quem pode fazer o lifting facial

O lifting facial é recomendado para pessoas acima dos 40 anos, que já apresentam sinais de envelhecimento, permitindo um resultado mais harmônico na face. Esse procedimento é extremamente individualizado e personalizado.

É fundamental que o médico examine previamente o rosto da paciente; fotografe; avalie o estado geral de saúde; realize exames; verifique condições pré-existentes, hábitos de vida e fatores de risco; explique o tipo de anestesia a ser feita, discuta as opções mais recomendadas e informe os resultados possíveis e complicações potenciais.

O paciente precisa estar saudável fisicamente, não fazer usos de medicamentos, drogas, álcool e cigarros. Para garantir a segurança e o sucesso do procedimento, o paciente deve ser sincero com seu médico e informar tudo sobre sua vida e saúde.

Antes da cirurgia de lifting facil

O paciente deve solicitar algum parente ou amigo que o acompanhe durante toda a internação.

Além de todos exames e avaliações médicas, o paciente deve parar de fumar, pelo menos 2 semanas antes do procedimento. É importante também não fazer uso de medicamentos como anti-inflamatórios e aspirinas, para não aumentar a coagulação sanguínea.

Na noite anterior, faça uma alimentação leve e depois permaneça em jejum absoluto por 8 horas antes do lifting facial.

O Lifting facial

A anestesia para o lifting facial pode ser geral ou sedação intravenosa. O lifting facial pode ser tradicional, de pescoço e com incisão limitada.

O tradicional tem corte na região do couro cabeludo temporal, segue até orelha e finaliza na parte inferior do couro cabeludo. A gordura será removida, esculpida ou redistribuída no rosto, pescoço e papada.

O corte no lifting de pescoço inicia na frente da orelha passa por trás e finaliza na nuca junto ao couro cabeludo. Com esse tipo de incisão, é possível corrigir flacidez na pele do pescoço, acúmulo de gordura na papada e no queixo.

O lifting também pode ter incisão limitada e menores na região temporal, em torno da orelha, sob o lábio superior e dentro das pálpebras inferiores.

Para fechar as incisões, são utilizados adesivos de pele e suturas. As cicatrizes vão ficar escondidas no contorno natural das orelhas e face e sob o couro cabeludo.

O tempo de cirurgia dura em média de 2 a 3 horas.

O lifting facial pode ser realizado em diferentes partes do rosto. O procedimento é dividido da seguinte forma:

Lifting facial do terço inferior: é a cirurgia para rejuvenescer toda região inferior da face: mandíbula, queijo, pescoço. Reduz rugas profundas, flacidez, papadas e dobras nessa região e restaura a aparência mais jovem e mais firme.

Lifting facial do terço médio: é o procedimento usado para corrigir os sinais de envelhecimento na área central do rosto, como vincos abaixo das pálpebras, flacidez das bochechas e marcas no sulco naso-labial (o popular bigode chinês).

Riscos do lifting facial

É importante que o paciente esteja ciente de todas as informações acerca da cirurgia, inclusive os possíveis riscos que envolve o procedimento.

Ele deve assinar um termo de consentimento que compreende o lifting facial e as complicações potenciais, entre elas estão:

  • Má cicatrização
  • Assimetria
  • Sangramento
  • Acúmulo de líquido
  • Danos estruturais em músculos, vasos sanguíneos, nervos;
  • Necrose
  • Perda de cabelo
  • Despigmentação da pele
  • Inchado prolongado
  • Dormência
  • Alta sensibilidade
  • Alergia a anestesia
  • Complicações cardíacas

Pós-operatório de lifting facial

É importante que o paciente não fique ansioso na cirurgia para não afetar a recuperação e causar algum tipo de estresse pré-operatório.

Ao finalizar a cirurgia, o médico fará uma bandagem em torno do rosto de forma bem delicada para reduzir os hematomas e inchaço. Temporariamente, pode ser inserido um dreno sob a pele para sugar o excesso de fluido e sangue que podem acumular.

Dores, hematomas e inchaço podem aparecer após o procedimento, mas vão desaparecer em semanas.

O cirurgião dará instruções pós-operatórias. As principais são:

  • Aplicar ou tomar medicamentos para ajudar na redução do dor, minimizar o risco de infecção e adiantar o processo de cicatrização.
  • As suturas serão removidas entre 7 a 10 dias, se não foram absorvidas naturalmente.
  • Não molhar o couro cabeludo enquanto os curativos estiveram na pele.
  • Fazer compressas nos olhos de água fria para auxiliar a reduzir o edema e melhorar o conforto.
  • Evitar sol, friagem e vento na primeira semana.
  • Usar óculos escuros na claridade.
  • Fazer uma alimentação rica em proteínas e vitaminas.
  • Voltar as atividades rotineiras a partir do 10º dia.
  • A prática de exercícios pode ser retomada a partir da 3ª semana.

Resultados do lifting facial

Os hematomas e inchaço vão reduzir com o passar do tempo, mas podem demorar meses. Após 6 meses, as linhas de incisão ficar com a aparência normal. Mas o processo de cicatrização é diferente para cada paciente.

É fundamental, o uso de protetor solar diariamente para manter a aparência rejuvenescida e minimizar os danos do sol e o envelhecimento precoce.

O resultado final do lifting facial permite que a pele fique mais descansada e jovem, fazendo com que a autoestima seja recuperada.

O paciente precisa ter um estilo de vida mais saudável para que os resultados sejam prolongados. O lifting facial pode reduzir drasticamente as rugas, a flacidez da pele e a manutenção do aspecto jovem por anos.

Para que os resultados tenham maior duração, o médico pode aconselhar ao paciente, outros procedimentos complementares como:

  • Preenchimento de rugas
  • Técnicas de peeling
  • Implantes faciais
  • Dermoabrasão ou laser para aprimorar a tonalidade e a textura da pele
  • Aumento do tecido mole para dar um novo modelo a estrutura do rosto