Cirurgia plástica facial

Com o avanço da idade, milhões de pessoas buscam tratamentos para combater rugas e flacidez. O aumento da expectativa de vida no Brasil mudou a cabeça e a vitalidade das pessoas mais velhas. Hoje, pessoas com 60 anos deixaram o título de “idosos” para trás. Muitos buscam na cirurgia plástica facial uma renovação que reflita a jovialidade que sentem por dentro.

O avanço da tecnologia e da medicina estética trouxe inúmeras possibilidades para quem deseja um ar mais jovial. A cirurgia plástica facial é recomendada principalmente para pessoas com envelhecimento facial ou flacidez excessiva no rosto. Ela também é a solução para a famosa papada, que incomoda tanto homens, quanto mulheres.

O principal procedimento dentro da cirurgia plástica facial é o Lifting Facial. Também chamada de ritidoplastia, esse tipo de cirurgia revitaliza o rosto do paciente, diminuindo rugas e flacidez sem ocasionar um resultado exagerado. Dessa forma, é possível ter uma aparência mais jovem sem parecer “plastificado”.

Para quem a cirurgia plástica facial é indicada?

O Lifting Facial é indicado para quem deseja combater rugas e flacidez, buscando um ar mais jovem. Por isso, ele é indicado para pessoas que já apresentam sinais de idade avançada.

Entretanto, é necessário estar ciente de que o Lifting Facial não vai transformar uma pessoa de 50 anos em uma de 20. Qualquer tentativa exagerada de rejuvenescimento pode resultar em um rosto notavelmente artificial. O processo de envelhecimento é natural e inevitável.

Entretanto, feito por um profissional qualificado, a cirurgia plástica facial é uma das formas de retardar esse envelhecimento.

Procedimento cirúrgico

A duração da cirurgia depende muito da complexidade do procedimento e da técnica utilizada. Se o paciente decidir operar outras partes do rosto ao mesmo tempo, como pálpebras, o tempo de cirurgia é estendido.

Já o tempo de internação, pode variar de acordo com o método anestésico escolhido. A anestesia local costuma exigir 12h de internação, já a anestesia geral, pede uma internação de pelo menos 24h.

A escolha da melhor forma de anestesia deve ser feita entre o paciente e os profissionais envolvidos. Tanto a anestesia local quanto a geral costumam ser utilizadas nesse tipo de procedimento. A escolha é feita de acordo com quadro de cada paciente e o cenário geral da sua saúde. O tipo de anestesia não interfere em nada no resultado final.

Como são as cicatrizes?

Por ser um procedimento que mexe com uma área grande e visível, o Lifting Facial apresenta cicatrizes em locais estratégicos. A incisão da cirurgia pode ser feita no couro cabeludo e atrás das orelhas, ficando quase imperceptíveis.

Em relação ao pescoço, a incisão costuma ser feita abaixo do queixo. A escolha do local dos pontos é decidida pelo profissional de acordo com cada paciente.

Além com o cuidado na escolha da localização das cicatrizes, elas também vão ficando menos visíveis com o tempo. Cada paciente possui uma diferente cicatrização, o que pode fazer diferença na aparência das cicatrizes.

Ainda, o paciente tem a opção de utilizar maquiagem, acessórios e penteados para disfarçar cicatrizes mais recentes. Entretanto, é importante checar com o médico o tempo mínimo de cicatrização para a aplicação de qualquer produto no local.

Pós-operatório da cirurgia plástica facial

O pós-operatório deve ser acompanhado pelo profissional que realizou a cirurgia. Dessa forma, quaisquer efeitos colaterais devem ser avisados diretamente para o cirurgião. Entretanto, com o avanço na tecnologia e nas técnicas utilizadas, o pós-operatório não costuma ser doloroso para o paciente.

Em alguns casos, a dor pode aparecer, mas nada que não possa ser controlado com remédios anestésicos. O único ponto que normalmente é sentido após a cirurgia plástica facial é a sensibilidade na face. Devido à movimentação a qual o local foi submetido, ele pode acabar dolorido por alguns dias.

Independente da técnica escolhida, são utilizados curativos para proteger o local. Inicialmente, a proteção pode compreender a cabeça inteira, com um curativo estilo capacete.

Contudo, após o primeiro dia de recuperação, os curativos já podem ficar apenas sobre os pontos mais visíveis da cicatrização. Os pontos desse tipo de cirurgia costumam ser retirados entre 5 e 15 dias depois do procedimento. Tudo depende da velocidade de cicatrização do paciente.

Resultados da cirurgia plástica facial

Como qualquer outro procedimento cirúrgico, o resultado final não é visto nos primeiros dias. Após um processo tão invasivo, o corpo precisa de um tempo para se recuperar. Portanto, é necessário ter paciência.

No início, a aparência do resultado pode ser encoberta por inchaços ou manchas. Entretanto, com o passar das semanas o inchaço diminui, a pele fica menos sensível, e outros pontos visíveis vão desaparecendo. O resultado final desse tipo de cirurgia só é alcançado 6 meses após a realização do procedimento.

Em relação a aparência do paciente, os resultados são únicos. O cirurgião realizará a cirurgia plástica facial de acordo com a necessidade do paciente. A intenção é que o resultado final seja harmônico e não artificial.

Por isso, são necessários encontros pré-operatórios com o médico. Assim, poderá ser exposto o desejo do paciente e o que pode ser feito dentro desse objetivo pelo profissional.  

Outros tipos de cirurgia facial

O avanço da tecnologia e das técnicas utilizadas proporcionou a criação de alguns outros procedimentos de Lifting Facial.

Essas opções são interessantes para quem deseja rejuvenescer algum ponto específico do rosto ou busca por cicatrizes mais discretas. Para uma decisão mais adequada, o paciente deve discutir seus objetivos e possibilidades diretamente com o cirurgião plástico.

  • Minilifting: é o mesmo processo do Lifting Facial. Promete um descolamento menor e cicatrizes mais discretas.
  • Lifting temporal: é um tipo de cirurgia que tem o foco na região temporal, deixando o olhar menos cansado.
  • Lifting frontal: esse procedimento trata das rugas na região da testa através de pequenas incisões.
  • Lifting cervicofacial: é uma cirurgia que trata especialmente do excesso de pele e flacidez no rosto e no pescoço.
  • Lifting endoscópico: o procedimento utiliza um sistema óptico como técnica. O resultado são incisões e cicatrizes menores.