Rinoplastia

Uma das cirurgias plásticas mais procuradas no Brasil e no mundo é a Rinoplastia. É uma intervenção para ajustar determinadas imperfeições e corrigir alguns incômodos.

A prática dessa cirurgia é muito antiga, datada no final do século 19. Ao passar do tempo, as técnicas evoluíram bastante. Hoje em dia, há um conhecimento mais amplo sobre a anatomia e a fisiologia nasal, e por consequência, um constante progresso das técnicas implantadas na cirurgia nessa região.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, as primeiras rinoplastias foram realizadas via endonasal, ou seja, fechadas. A partir daí, houve um avanço nas técnicas, inclusive a implantação das exorrinoplastias (via aberta), realizadas na estrutura do nariz diretamente.

Atualmente, a rinoplastia está mais precisa, mais rápida, inclusive em relação a recuperação dos pacientes.

Indicação para cirurgia

Muitas pessoas se sentem incomodadas física e emocionalmente com a forma do nariz. As estruturas mais procuradas na região para serem corrigidas são: a ponta, o dorso, o septo e as narinas.

A rinoplastia pode ser realizada a partir dos 15 anos, quando o desenvolvimento facial do ser humano já está completamente concluído. É um procedimento realizado na estrutura do nariz e serve para:

  • Aumento ou redução do nariz;
  • Afinamento das asas nasais;
  • Projeção na ponta do nariz para afiná-lo;
  • Redução da giba ou calo ósseo do nariz.

É muito comum que os outros procedimentos nasais sejam associados à rinoplastia. Os principais dele são correção do septo nasal e tubinectomia (cirurgia que faz a retirada daquela carne esponjosa que tende a crescer por conta das alergias).

A rinoplastia pode também ser realizada em conjunto om outros tipos de cirurgias plásticas, como a cirurgia de pálpebras – blefaroplastia.

Para indicar a nova forma do nariz, o cirurgião deve levar em consideração a simetria e a proporção facial, as medidas do rosto e a vontade do paciente. Atualmente, há diversos softwares, inclusive em 3D, que utilizam imagens do paciente e realizam cálculos perfeitos para indicar o melhor procedimento e apresentar como o nariz ficará após a cirurgia. No entanto, é importante que o cirurgião também dê a sua visão estética.

Exames necessários para a realização da rinoplastia

É necessária a realização de vários exames para a realizar a cirurgia de nariz. Os primeiros exames são os básicos para todo procedimento cirúrgico, como: avaliação cardiológica, exames de sangue, dosagem de potássio, sódio, coagulograma, creatinina e ureia.

O cirurgião também pode pedir alguns exames de imagem como:

  • Tomografia computadorizada
  • Raio-x da face
  • Nasofibroscopia

Cuidados pré-operatório

Os principais cuidados pré-operatório para a realização da rinoplastia são:

  • Suspender o uso de anticoagulantes, no mínimo 7 dias antes da cirurgia (fonte da matéria)
  • Realizar jejum de oito horas

Em geral, a rinoplastia não é indicada para pessoas que fazem uso dos medicamentos anticoagulantes, mulheres lactantes e pacientes que possuem doenças prévias na fase aguda, siga sempre a orientação de seu médico.

Técnicas  e tipos de rinoplastia

Há duas técnicas utilizadas para a rinoplastia: a fechada (endonsanal) e a aberta (exorrinoplastia).

A rinoplastia fechada exige muita perícia do cirurgião. É uma incisão feita somente dentro das narinas. A pele do nariz não é exposta. Já a aberta é realizada uma incisão pequena na base externa do nariz e também na parte interna das narinas.

Rinoplastia fechada

A rinoplastia fechada pode:

  • Corrigir problemas respiratórios
  • Alterar o tamanho do nariz
  • Corrigir dano nasal ou defeito de nascença
  • Modificar largura das narinas
  • Alterar formato da ponta do nariz
  • Modificar ângulo entre o lábio superior e o nariz

Essa técnica é um pouco mais rápida. O cirurgião faz incisões pequenas no interior das narinas para ter acesso à cartilagem e ao osso. Com uso de instrumentos muito pequenos, será realizada a remodelagem do nariz, removendo tecido, cartilagem e osso.

A anestesia pode ser local ou geral e a cirurgia dura cerca de uma hora. O paciente poderá ir para casa no mesmo dia.

O resultado dessa técnica confere uma forma mais natural ao nariz. Além disso, em geral, não fica nenhuma cicatriz aparente.

Rinoplastia aberta

A rinoplastia aberta é usada nos casos, em que há necessidade de muitas alterações no nariz. Ela pode corrigir, alterar, modificar as mesmas imperfeições e problemas que a fechada. No entanto, as alterações são maiores.

Durante a rinoplastia aberta, o cirurgião realiza incisões que permitem erguer a pele da cartilagem e do osso do nariz. Com isso, é possível examinar a estrutura nasal com maior clareza, é possível ajustar com mais precisão a forma e permitir uma melhor avaliação da cartilagem e do osso nasais.

Nesse tipo, o cirurgião pode fechar as incisões com splints, bandagens e steri-strips para proporcionar maior estabilidade e sustentação, ajudar a estrutura óssea à nova cartilagem e auxiliar a cicatrização dos tecidos

A cirurgia, em geral, demora 2 horas. A anestesia pode ser local somente com sedação ou geral. Nos casos que seja necessária a anestesia geral, o paciente precisará ficar entubado e a respiração ser realizada com auxílio de aparelhos.

Nas situações que a rinoplastia é associada com alguma cirurgia funcional, o paciente deverá ficar hospitalizado por um período de 12 horas a um dia.

Riscos da rinoplastia

Além do risco de infecção que toda e qualquer cirurgia pode gerar, os principais riscos da cirurgia do nariz são: dificuldade respiratória durante o pós-operatório, sangramento em excesso e resultado insatisfatório, de acordo com a perspectiva do cliente.

Cuidados no pós-operatório

O paciente precisa seguir à risca as orientações do médico nos cuidados pós-operatórios para evitar problemas de cicatrização. O paciente pode sentir muita dor, ter edemas e hematomas.

A respiração fica muito difícil na primeira semana. O paciente poderá usar descongestionantes nasais, receitados pelo cirurgião.

Ele precisa ficar em repouso absoluto por 7 dias e moderado por mais 7 dias. Após esse período, o paciente pode voltar às atividades do dia a dia. Esforços físicos somente após 2 a 3 meses.

É preciso cuidar dos curativos, usar protetor solar. O paciente deve se alimentar nos primeiros 7 dias com apenas alimentação pastosa.

Resultados na rinoplastia

Os hematomas começam a desaparecer a partir de uma semana. Com 30 dias, já é possível perceber 95% do resultado final. Até um ano depois, o paciente terá o resultado completo.

De maneira significativa, a cirurgia no nariz pode ajudar a melhorar a autoconfiança e aparência.

Conheça os outros procedimentos cirúrgicos da Clínica Pellarin.