Conheça mais sobre a Cirurgia para Tirar Rugas

Modelo que passou por procedimento - cirurgia para tirar rugas

A cirurgia para tirar rugas é também chamada de lifting facial, técnica rejuvenesce a pele e ameniza os sinais do tempo

Dados do Censo da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), publicados em 2018, apontam que o lifting facial, ou ritidoplastia, representou 3,4% de todas as cirurgias plásticas feitas no Brasil. Trata-se de uma cirurgia para tirar rugas que é eficaz para amenizar os sinais do tempo.

O procedimento é indicado para homens e mulheres a partir dos 45 anos ou para pacientes com elevado grau de envelhecimento facial. Pessoas muito jovens, que estejam em busca de um tratamento preventivo, devem optar por tratamentos estéticos menos invasivos, como o laser e o peeling, por exemplo.

A cirurgia para tirar rugas tem o objetivo de deixar o rosto com uma aparência mais jovem, com a pele mais bonita, esticada e lisinha. Ela é indicada para combater:

  • Vincos profundos, como os do bigode chinês;
  • Flacidez facial;
  • Excesso de gordura na mandíbula ou no queixo;
  • Marcas de expressão na testa;
  • Rugas ao redor dos olhos, o famoso pé de galinha;
  • Flacidez do pescoço.

A cirurgia para tirar rugas pode ser realizada de três maneiras, dependendo dos resultados que se deseja alcançar. São elas:

  • Minilifting: técnica menos invasiva, com menor incisão e cicatriz. É considerada a metodologia ideal para pacientes com baixo índice de flacidez no rosto, concentrando-se no terço médio e inferior da face, ou seja, bochecha e pescoço;
  • Lifting de terço superior da face: técnica que combate os sinais do envelhecimento na testa e nas pálpebras, sendo estas as queixas mais comuns dos pacientes nos consultórios;
  • Lifting tradicional ou clássico: essa técnica é adotada em pacientes com elevado grau de envelhecimento da face e contempla todo o rosto. 

Como a cirurgia para tirar rugas é realizada?

A cirurgia para tirar rugas é realizada sob anestesia geral ou sedação, em ambiente hospitalar, e o tempo de internação é, em média, de três dias. Antes de realizar o procedimento, o paciente passa por uma avaliação completa do seu estado de saúde, momento no qual deve informar ao cirurgião plástico sobre o uso de cigarro, alergias, o uso de medicamentos e a existência de alguma doença.

Nessa consulta o médico solicita também a realização dos exames pré-operatórios:

  • Hemograma completo;
  • Raio-x;
  • Exame de urina;
  • Eletrocardiograma;
  • Coagulograma.

Antes da cirurgia para tirar rugas, o especialista recomenda evitar o uso de alguns medicamentos nos sete dias que antecedem o procedimento, de cremes faciais dois dias antes e do cigarro um mês antes da cirurgia.

Na noite que antecede a cirurgia para tirar rugas, o paciente deve fazer uma refeição leve, respeitando o jejum de oito horas. É solicitado ainda que ele faça a higienização da pele com sabonete antisséptico e não esteja usando brincos, anéis e correntes.

A incisão pode ser feita em partes diversas do rosto, como na frente ou atrás da orelha e no couro cabeludo, na região temporal ou em sua parte inferior. Uma segunda incisão, abaixo do queixo, poderá tratar o envelhecimento no pescoço. Suturas ou adesivos de pele são utilizados para fechar os cortes e as cicatrizes ficam bem escondidas no couro cabeludo e nos contornos naturais do rosto e das orelhas.

Cuidados após a cirurgia para remoção das rugas

Como todo procedimento cirúrgico, a cirurgia para tirar rugas também requer cuidados no pós-operatório. Os principais são:

  • Não molhar o couro cabeludo enquanto os curativos ainda estiverem sob a pele;
  • Fazer compressas nos olhos com água fria para reduzir o edema;
  • Não praticar atividades físicas por 30 dias;
  • Dormir de barriga para cima e com a cabeça apoiada com dois travesseiros na região das costas. Deixe a cabeceira elevada por uma semana para evitar o inchaço;
  • Fazer drenagem linfática pós-cirúrgicadepois de três, em dias alternados;
  • Utilizar os medicamentos conforme prescrição do cirurgião plástico;
  • Não se expor ao sol e, se for necessário, usar protetor solar e chapéu para proteger a região;
  • Alimentar-se de forma correta e manter-se hidratado;
  • Só usar dermocosméticos após a liberação do cirurgião plástico;
  • Fazer a correta higienização da face com produtos específicos e indicados pelo cirurgião;
  • Voltar às atividades de trabalho ou sociais apenas após 15 dias da cirurgia, ou da liberação do médico-cirurgião.

A cirurgia para tirar rugas não é um procedimento definitivo que consiga parar o processo natural de envelhecimento e deve ser realizada por um cirurgião plástico habilitado. Os resultados efetivos podem ser observados após seis meses e eles se tornam mais visíveis e duradouros conforme a rotina de cuidados com a pele, com o uso de produtos adequados e do protetor solar diariamente.

Fontes

Clínica de Cirurgia Plástica – Dr. Leandro Pellarin

Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP).

 

 

 

 

Write a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

rosto feminino passando por procedimento preparatório de blefaroplastia

Blefaroplastia Superior: Conheça o procedimento

A blefaroplastia é a plástica das pálpebras. É indicada para rejuvenescimento do olhar, eliminando a flacidez que se …

médica realizando procedimento estetico

Existe lipo no rosto?

Procedimento é rápido e ideal para quem quer deixar o contorno facial mais definido

Mulher com papada - lipo de papada

Qual o preço da lipo de papada?

Conheça as vantagens e tudo que você precisa saber sobre a lipo de papada