Ritidoplastia

Também conhecida como lifting facial ou facelift, a ritidoplastia é um procedimento cirúrgico que proporciona aparência mais jovial ao paciente por meio da suavização dos sinais de envelhecimento presentes no rosto e no pescoço. Para alcançar este efeito, a cirurgia plástica recupera o tônus muscular da face e atenua rugas, bem como marcas de expressão e vincos.

Paciente com melhoras no rosto depois da ritidoplastia
Imagem: Shutterstock

O envelhecimento facial associado ao passar dos anos é natural e, embora possa ser acentuado por fatores como hereditariedade e exposição excessiva ao sol, já é esperado que a pele gradualmente perca sua elasticidade. A ritidoplastia é recomendada justamente para homens e mulheres que desejam reduzir os sinais do tempo e, assim, tornar a face mais jovem.

Para quem é indicada a ritidoplastia?

O lifting facial é uma técnica indicada para homens e mulheres que se sentem insatisfeitos com a própria aparência e desejam recuperar a tonificação da pele e atenuar as incômodas marcas do envelhecimento. O ideal é que o procedimento seja feito a partir dos 45 anos, idade em que os sinais da passagem do tempo geralmente estão mais visíveis e destacados.

Vale lembrar que os resultados obtidos pela ritidoplastia não alteram as características do rosto e nem são capazes de interromper o processo natural de envelhecimento. Esta é uma cirurgia de rejuvenescimento facial que, além de suavizar rugas, ajuda a amenizar sinais como:

  • Excesso de gordura sob a mandíbula e queixo;
  • Vincos profundos localizados abaixo das pálpebras inferiores;
  • Perda de tônus muscular;
  • Flacidez;
  • Pele frouxa e acumulada em regiões específicas do rosto.

Embora o procedimento influencie diretamente na aparência geral do paciente, muitas vezes os benefícios do lifting facial vão além da estética. Isso porque, o rejuvenescimento ajuda a promover a autoestima do paciente, fazendo com que ele desenvolva uma relação mais positiva com seu corpo e com o processo de envelhecimento.

Como é feita a ritidoplastia?

A ritidoplastia é um procedimento cirúrgico que demanda ambiente hospitalar, portanto, deve ser devidamente indicado e acompanhado por um cirurgião plástico especializado e capaz de avaliar se esta é realmente a melhor opção para o indivíduo. O profissional também se responsabiliza por verificar se o quadro de saúde do paciente permite que a cirurgia seja realizada com segurança.

Em geral, o facelift é realizado com anestesia local e sedação, embora alguns casos possam demandar a aplicação de uma anestesia geral. Na chamada ritidoplastia tradicional, é feita uma incisão que segue a linha do couro cabeludo do paciente, permitindo que o cirurgião acesse as estruturas e tecidos que serão restaurados no procedimento.

Após o reposicionamento das estruturas da face, que inclui remoção da gordura e da pele sobressalente, a incisão é fechada e em seguida é feita uma bandagem na região — de modo a evitar sangramentos e proteger o local do corte. A operação dura cerca de 2 a 3 horas, e a internação do paciente é de aproximadamente 24 horas.

Cuidados pré-operatórios do lifting facial

O paciente precisa passar por uma avaliação criteriosa antes de se submeter à ritidoplastia, além de conversar detalhadamente com o cirurgião plástico para alinhar suas expectativas e entender todos os detalhes do procedimento. É fundamental estabelecer os resultados que poderão ser alcançados por meio da cirurgia, de modo a evitar frustrações.

Os cuidados pré-operatórios também incluem a realização de avaliação cardiológica e outros exames laboratoriais considerados básicos para identificação de possíveis fatores de risco. O cirurgião também deve ser informado a respeito da existência de alterações na saúde — tais como alergias, pressão alta, diabetes e problemas de coagulação sanguínea.

Outros cuidados pré-operatórios geralmente solicitados são:

  • Suspender o uso de medicamentos que possuem ação anticoagulante;
  • Jejum alimentar conforme orientação médica;
  • Parar de fumar no período que antecede a cirurgia;
  • Não aplicar maquiagem, creme facial ou produtos capilares no dia da ritidoplastia.

Recuperação cirúrgica e cuidados necessários

As complicações e riscos oferecidos pela cirurgia de rejuvenescimento facial são bastante raras, embora o paciente possa apresentar reação adversa à anestesia, alteração motora, inflamação nos pontos, infecções e outras alterações.

O aparecimento de inchaços, hematomas e sensibilidade é esperado para este tipo de procedimento, e todos esses incômodos devem desaparecer depois de alguns dias.

Em média, o tempo de recuperação após a ritidoplastia é de 8 a 12 dias. Durante esse período inicial, é importante que o paciente fique em repouso absoluto, além de tomar o cuidado de fazer compressas geladas na região dos olhos e não se deitar de lado. A retirada dos pontos é feita em uma ou duas semanas após a operação, tempo que leva para o paciente retornar às suas atividades rotineiras.

Também podem ser destacados como cuidados pós-operatórios essenciais:

  • Tomar os medicamentos prescritos pelo médico;
  • Massagear o local da cicatriz com pomadas indicadas pelo especialista;
  • Manter a cabeceira da cama elevada nos primeiros dias após a cirurgia;
  • Evitar a exposição ao sol nos primeiros 30 dias;
  • Não realizar atividades físicas e sexuais ao longo do primeiro mês;
  • Suspender o tabagismo e o consumo de álcool até liberação médica.

Resultados e benefícios da ritidoplastia

O resultado definitivo do lifting facial é alcançado em até 6 meses após a realização do procedimento. Embora os efeitos obtidos possam variar de acordo com o tipo de pele e as particularidades de cada indivíduo, a ritidoplastia otimiza as características naturais do paciente, dando a ele uma aparência mais descansada e jovem, sem que fique com aspecto de pele esticada ou cicatriz evidente.

Uma vez que a cirurgia de rejuvenescimento facial não impede que o processo de envelhecimento continue afetando o indivíduo, a adoção de uma rotina de cuidados específicos é recomendada para garantir uma melhor manutenção da ritidoplastia. Nesse sentido, vale a pena investir no uso diário de protetor solar, na prática regular de exercícios físicos e na adoção de uma dieta balanceada.

Procedimentos estéticos complementares, como peeling químico e tratamentos a laser, também podem ajudar na manutenção dos resultados da ritidoplastia. Para saber mais sobre este tipo de cirurgia e entender como ela pode melhorar sua aparência e autoestima, entre em contato e agende uma consulta com um cirurgião plástico de confiança.

Fontes:

Clínica de Cirurgia Plástica Dr. Leandro Pellarin;

Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP).

Marcação nos olhos de paciente para realização de cirurgia das pálpebras

Entenda a Cirurgia das Pálpebras

A cirurgia das pálpebras é um procedimento chamado no âmbito da medicina de blefaroplastia, sendo um tratamento que pode …

Cicatriz do lifting facial ajustada

Cicatriz do Lifting Facial

Hoje em dia existem diversas técnicas rejuvenescedoras que não são tão invasivas quanto uma cirurgia tradicional. Uma …

Rosto de mulher depois de cirurgias de rejuvenescimento facial

Cirurgias Plásticas que promovem o Rejuvenescimento Facial

O rejuvenescimento facial é o objetivo de muitas pessoas que buscam por cirurgias plásticas, sendo que esses tratamentos …