Plástica no nariz sem martelo: conheça a rinoplastia ultrassônica

Plástica no nariz sem martelo: conheça a rinoplastia ultrassônica

Já ouviu falar de rinoplastia ultrassônica? O nome estranho refere-se a uma nova metodologia para a cirurgia plástica no nariz, sendo esse procedimento estético muito popular e procurado entre os brasileiros, devido a diversidade étnica que temos no país.

A rinoplastia ultrassônica permite que o cirurgião plástico faça a cirurgia plástica no nariz sem que seja necessário quebrar o osso nasal. Isso mesmo, o martelo não precisa ser usado, o que torna o procedimento bem menos invasivo.

Antes de aprofundarmos a nova metodologia cirúrgica, vamos explicar o que é a rinoplastia e para que ela serve. Confira.

O que é rinoplastia?

Rinoplastia é um procedimento cirúrgico que remodela ou reconstrói o nariz. A cirurgia plástica modifica três aspectos principais do órgão: tamanho, forma e simetria.

A cirurgia pode ser com função estética ou funcional. A rinoplastia estética é realizada para trazer ao paciente a possibilidade de um nariz que o agrade mais e traga mais harmonia ao seu rosto. Já a funcional é realizada para garantir a funcionalidade necessária ao sistema respiratório, ao eliminar condições que comprometem a saúde do paciente.

O valor de uma rinoplastia pode ser superior a R$ 15.000,00 e o procedimento só é feito gratuitamente nos hospitais públicos nos casos da rinoplastia funcional.

Qual a diferença entre a rinoplastia tradicional e a rinoplastia ultrassônica?

Tradicionalmente, a rinoplastia é feita utilizando um martelo que vai quebrando o osso do nariz internamente.  É feita uma incisão no interior das narinas, inserido o escopro — que é um cinzel de ponta cortante — e então com o martelo quebra o osso. O cirurgião pelo barulho, tato e pelo conhecimento das estruturas, vai martelando o osso nasal, sendo que a maioria das vezes o cirurgião opta pela rinoplastia fechada, sem visualizar o local que está sendo martelado.

Com a rinoplastia tradicional o inchaço e os hematomas após o procedimento são incômodos e em alguns pacientes podem afetar até a região abaixo dos olhos. O inchaço e os hematomas podem demorar semanas para desaparecerem por completo.

Para minimizar esses incômodos e trazer maior precisão à cirurgia, surgiu a rinoplastia ultrassônica.

Ela é uma técnica que vem sendo utilizada no Brasil há menos de três anos (por alguns cirurgiões plásticos, como é o caso do Dr. Leandro Pellarin) e com ela é possível preservar a cartilagem, a mucosa, os vasos sanguíneos presentes na região nasal, não deixando muitos hematomas visíveis e trazendo maior precisão.

A rinoplastia ultrassônica foi criada pelo cirurgião plástico francês Dr. Olivier Gerbault. O mesmo desenvolveu o Piezo, que é um aparelho motorizado que permite que a rinoplastia ultrassônica seja realizada.

Esse equipamento permite que o cirurgião plástico consiga esculpir os ossos do nariz com muito menos trauma aos tecidos. Isso é possível devido a sua baixa vibração. A precisão do Piezo permite que o cirurgião retoque unicamente as áreas que causam a desarmonia ao rosto do paciente. Isso, aliado ao não uso do martelo, faz com que o traumatismo seja muito menor.

Na rinoplastia ultrassônica grande parte da pele do nariz é afastada e com o osso exposto o cirurgião faz micro movimentos rápidos e precisos só no local que apresenta alguma irregularidade.

O paciente que utiliza a rinoplastia ultrassônica tem uma recuperação mais rápida, com menos dor, menos inchaço e hematomas.

É utilizado anestesia nesse tipo de procedimento?

Em qualquer tipo de rinoplastia é necessário que o paciente seja anestesiado. A anestesia para rinoplastia mais comum de ser utilizada é a geral, em que o paciente fica desacordado durante todo o procedimento — que costuma durar em média três horas.

Mas o cirurgião plástico, juntamente com o anestesista, são os profissionais que decidem qual o melhor tipo de sedação para cada caso. É um procedimento considerado de média complexidade e como qualquer procedimento cirúrgico requer cuidados.

A rinoplastia ultrassônica é uma técnica recente?

A rinoplastia ultrassônica é um procedimento que foi apresentado aos médicos há poucos anos, sendo que o primeiro procedimento no Brasil foi realizado em 2016, na cidade de São Paulo.

Atualmente no Brasil, muitos cirurgiões plásticos já realizam o procedimento da rinoplastia ultrassônica. Mas a rinoplastia tradicional ainda é a mais utilizada. De acordo com os cirurgiões plásticos, devido às inúmeras vantagens da rinoplastia ultrassônica, logo ela será a mais utilizada no país.

Quem tem interesse em realizar uma rinoplastia deve buscar mais informações sobre a rinoplastia ultrassônica, os médicos que a utilizam e suas vantagens.

Um especialista em rinoplastia durante a cirurgia

Especialista em Rinoplastia

A rinoplastia é uma das cirurgias mais procuradas pelos pacientes quando o assunto é obter um rosto harmonioso. Segundo …

O que é Rinoplastia Funcional?

A rinoplastia funcional colabora na resolução de distúrbios respiratórios ocasionados pelo desvio de septo, hipertrofia …

Mulher depois de passar pelo rejuvenescimento do rosto

Rejuvenescimento do rosto: Descubra os melhores tratamentos

O rejuvenescimento do rosto pode ser promovido com tratamentos estéticos ou com cirurgia plástica. A primeira solução …